Eventos de RPG geram crise no Habbo PT/BR

Escrito por Lhamatorrinco em 08/07/2018 23:14 na categoria Pesquisas de Habbolatório

Tendo seu início na última sexta-feira, dia 06 de Julho, o primeiro RPG Oficial do Habbo Hotel atraiu olhares distintos dos usuários: Parte da comunidade mostrou-se animada e interessada pela nova atividade, enquanto alguns grupos, sentindo-se lesados pelo evento, resolveram protestar contra o mesmo. Dois lados divergindo, opiniões se confrontando, mas o que de fato aconteceu?
 

Os fatos:
 
 
Desde antes mesmo da abertura do RPG alguns usuários vinham criticando a atividade proposta. Dentre as reclamações vistas, podemos citar o emblema oficial e exclusivo entregue à organização do evento. Além disso, os quartos que teriam sido baseados em outros já criados por usuários do próprio Habbo Hotel BR/PT sem lhes dar o devido crédito.

Fato é que, após aberto, o Hall de Entrada atraiu público misto. Entre jogadores interessados em participar das tramas (partes da história do RPG contadas através de um evento de interpretação) e outros que queriam apenas causar tumulto enquanto buscavam conseguir os emblemas entregues na atividade.
O estopim da confusão, porém, ocorreu na noite do dia 07, quando, após uma trama sem horário marcado na notícia oficial, um emblema foi liberado aos usuários presentes no quarto. Emblema este que, segundo a organização do RPG, esteve disponível no próprio Hall durante o começo da atividade e, portanto, não fazia parte das tramas programadas na notícia.
 
Após o ocorrido alguns usuários organizaram-se em um grupo para "atacar o RPG", causando tumulto pelos quartos e motivando banimentos.
A situação piorou ainda no momento que um jogador afirmou ter pego o emblema fora do horário da trama, quando uma organizadora do RPG lhe concedeu acesso ao quarto de premiação após reclamações. Tal fato possui versões diferentes por parte de usuários e organizadores. Estes, que, por sua vez, afirmam que o usuário em questão não pegou o emblema fora de hora e dizem ainda que o mesmo teria lhes dito que a Administradora Morgana lhe mandara averiguar o RPG.
 
O que dizem os usuários:
 
 
As principais reclamações dos jogadores partem do princípio da falta de organização e amadorismo dos criadores do RPG: banimentos sem razão, emblemas distribuídos de forma errônea, tudo motivado pela falta de experiência dos organizadores em realizar eventos. Toda a balbúrdia teve início, porém, com o emblema exclusivo entregue aos criadores da atividade. Um grupo de usuários descontentes com tal, pelo aparente status atribuído ao emblema, teria ido ao Twitter Oficial do Habbo protestar.
Após a abertura do RPG a situação não melhorou. Alguns usuários afirmam terem sido banidos injustamente dos quartos, enquanto estavam apenas acompanhando a atividade. Outros dizem ainda que os organizadores lhes fizeram ameaças. 
Em conversa com os jogadores uma opinião parece ser unânime: em certo ponto houve uma injustiça por parte da organização, que passou a banir e silenciar até mesmo quem não estava tumultuando, apenas por não pertencerem ao meio e não entenderem ao certo o funcionamento da atividade.
 
Como respondem os organizadores:
 
 
De forma resumida, o posicionamento oficial da organização é de que um dos problemas mais nítidos tem sido o repúdio de parte da comunidade em relação aos RPGs em geral. Eles afirmam que a distribuição de emblemas ampliou a gama de usuários interessados no evento e que é compreensível que usuários não acostumados com este tipo de atividade estranhem o seu funcionamento à primeira vista. Dizem ainda que estão felizes com a presença massiva do público nos quartos e que estão convictos de que tudo o que foi prometido está sendo cumprido. 
 
Em conversa com um dos organizadores, o mesmo disse que compreende aqueles que não gostam da atividade e que sabe que os usuários tem todo o direito de considerar os RPGs entediantes, mas pede que estes entendam que a comunidade existe desde 2006 e que existem aqueles que se diverttem com as atividades. Ainda segundo ele, a associação com a Staff do Hotel e a distribuição de emblemas acabou por piorar algumas situações, já que desde o anúncio da atividade, na primeira notícia publicada no Habbo, reclamações foram feitas, em especial sobre a atenção recebida pelos organizadores por parte da Administração. 
A organização do RPG reitera ainda que o emblema entregue a eles não passa de uma forma dos jogadores, novos e antigos, identificarem melhor aqueles com quem podem sanar suas dúvidas e em momento algum lhes atribui qualquer vantagem dentro do Hotel. Bem como a organização da atividade não lhes concede benifício algum.
Eles afirmam que fizeram várias tentativas de instruir usuários sobre as regras do RPG e, na grande maioria das vezes, foram rebatidos com ofensas gratuítas (geralmente em negrito, o que por si só já vai contra uma das regras), vindas de usuários interessados apenas nos emblemas, sem vontade alguma de participar da atividade. 
Por fim o organizador disse que todos são humanos e podem errar; Que qualquer possível banimento injusto será revisto e retirado e que os jogadores interessados em conseguir os emblemas podem ficar tranquilos, já que estes serão sempre distribuídos no Hall de Entrada e ninguém será banido deste quarto. 
 
Vale lembrar que, segundo a organização, a restrição dos emblemas foi ideia da própria administradora Morgana, e que o prazo para aqueles que quiserem pegar o emblema será de dez a vinte minutos após a realização das tramas e também foi acordado com ela. Os horários de liberação podem variar, mas serão sempre anunciados no Hall de Entrada.

Qual sua opinião acerca de todo o ocorrido? Deixe seu comentário e avalie a reportagem!

A Habbid não compactua com nenhum movimento à favor ou contra as manifestações realizadas por usuários do Habbo, apenas priorizamos a informação aos nossos usuários, tendo parcialidade e coerência em tudo aqui publicado. 
- Att. Gerência de Jornalismo e Reportagem


voltar
Nome: